REFLEXÃO PARA A QUINTA FEIRA DA TERCEIRA SEMANA DA PÁSCOA

O Catecismo da Igreja Católica (CCC #1847), citando Santo Agostinho, afirma: “Deus, que nos criou sem nós, não quis salvar-nos sem nós». O acolhimento da sua misericórdia exige de nós a confissão das nossas faltas. Se dizemos que não temos pecado, enganamo-nos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e para nos purificar de toda a maldade.”

Conforme a verdade do antecedente, chegamos a entender claramente a passagem da Primeira Leitura de hoje (cf. Atos 8: 26-40), que fala do encontro de Filipe e o Eunuco Etíope. Aqui, vemos como o eunuco fez esforços para ser salvo pelas águas do batismo; primeiro, foi a Jerusalém para peregrinação, e depois lendo as Escrituras. Observe que, depois de ouvir a explicação de Filipe sobre a sagrada escritura, o eunuco fez um esforço adicional exigindo o batismo, dizendo: ‘Veja, há água aqui; há algo para me impedir de ser batizado? ‘

Pode-se dizer que a experiência de Filipe e o eunuco etíope na primeira leitura reflete o ensinamento de Cristo sobre a Eucaristia no Evangelho de hoje (cf. Jo. 6: 44-51). Aqui, Jesus diz: “Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o atrai. E eu o ressuscitarei no último dia. Está escrito nos Profetas: ‘Todos serão discípulos de Deus.’ Ora, todo aquele que escutou o Pai e por ele foi instruído, vem a mim.” Sem dúvida, o eunuco foi atraído pelo Pai para conhecer Cristo através de Filipe com sua cooperação correspondente, fazendo uma peregrinação a Jerusalém, lendo as Escrituras, sendo ensinado por Deus através de Filipe e exigindo o batismo de Filipe.

Uma síntese da primeira leitura e do evangelho traz à luz três elementos importantes: a Palavra, o Batismo e a Eucaristia. Como cristãos batizados, é quando crescemos na Palavra de Deus que chegamos a união mais completa com Cristo na Eucaristia. Em outras palavras, como cristãos batizados, o Pai nos atrai diariamente a Cristo, ouvindo sua Palavra e recebendo o “Pão da vida” (a Eucaristia) – a carne de Cristo dada para a vida do mundo.

Queridos amigos em Cristo, hoje a Igreja nos chama a crescer continuamente e a ser atraídos a Cristo por Deus através de nossa colaboração em ouvir a Palavra de Deus e os Sacramentos. É isso que o mundo precisa neste momento crítico, um período de grande fome do alimento espiritual: a Palavra de Deus e os Sacramentos; para que, no final, a terra inteira ‘aclame com alegria a Deus’, como ouvimos na voz do salmista de hoje [cf. Sl. 65 (66): 8-9,16-17,20]: “Nações, glorificai ao nosso Deus, anunciai em alta voz o seu louvor! É ele quem dá vida à nossa vida, e não permite que vacilem nossos pés”.

Shalom!
© Pe. Chinaka Justin Mbaeri, OSJ
Paroquia Nossa Senhora de Fatima, Vila Sabrina, São Paulo, Brazil
nozickcjoe@gmail.com / fadacjay@gmail.com
+5511983250125

NEVER MISS AN UPDATE AGAIN.

Subscribe to latest posts via email.

Chinaka Justin Mbaeri

A staunch Roman Catholic and an Apologist of the Christian faith.

View all posts
Subscribe
Notify of
guest

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x