REFLEXÃO/HOMILIA PARA QUARTA-FEIRA DA 13ª SEMANA DO TEMPO COMUM

INFELIZMENTE, COMO OS GADARENOS, A ERA MODERNA PEDIU A JESUS PARA DEIXAR SUA SOCIEDADE

Primeira Leitura: Gênesis 21,5,8-20
Salmo Responsorial: Sl. 33(34),7-8,10-13
Leitura do Evangelho: Mateus 8,28-34
_______________________________________

No diverso labirinto da história humana, o século 21 se destaca como um capítulo único, marcado por rápido progresso, avanços tecnológicos e profundas transformações sociais. No entanto, em meio a esta era de iluminação, nos encontramos refletindo sobre o estado de nosso relacionamento com o divino. É uma reflexão que nos chama a explorar as maneiras pelas quais o homem moderno talvez tenha afastado Jesus da sociedade, das escolas, dos lares e das famílias. Ou seja, nossa era moderna, com seus rápidos avanços e normas sociais em evolução, infelizmente testemunhou um afastamento gradual dos fundamentos que antes sustentavam os valores cristãos. Assim, não se pode negar que ocorreu uma mudança. A educação cristã, outrora uma pedra angular estimada da sociedade, parece ter gradualmente desaparecido na maioria dos países desenvolvidos do mundo. A Bíblia, uma fonte atemporal de sabedoria e orientação, foi removida das instituições educacionais por ser desatualizada ou irrelevante. Essas ações significam mais do que apenas a remoção de um livro; eles representam um afastamento dos princípios e valores que moldaram nossa bússola moral por séculos. Como resultado, deixando um vazio que as ideologias seculares podem tentar preencher, lançando uma crescente aceitação de práticas e estilos de vida que desafiam os ensinamentos cristãos tradicionais. Esse deslocamento de Jesus de nossa paisagem social também pode ser contemplado na “expulsão” de Jesus do território dos gadarenos, como visto na leitura do evangelho de hoje.

Começando com a leitura do Evangelho de Mateus (8:28-34), Jesus realizou um ato milagroso de cura ao expulsar demônios de dois homens possuído. Em vez de abraçar esse ato transformador, o povo de Gadarenos pediu a Jesus que deixasse seu território. Eles estavam mais preocupados com a perda de seu sustento, seus porcos, do que com o milagre de mudança de vida que acontecera diante de seus olhos. Ao fazerem isso, desrespeitaram a dignidade humana de seus irmãos endemoninhados libertos por Jesus e elevaram a dignidade de seus animais. Ao traçar esse paralelo, devemos refletir sobre nossas próprias vidas. Nós também ficamos tão absortos nos aspectos materiais de nossa existência que desconsideramos o reino espiritual? Estamos mais preocupados com nossos confortos e desejos imediatos do que em cultivar uma conexão mais profunda com o divino? A nossa sociedade está mais preocupada com a preservação e proteção das vidas dos animais do que das vidas humanas, como se vê nos casos de aborto legalizado, o aumento do cuidado com os animais enquanto muitas vidas humanas nas ruas parecem entrar em extinção a cada dia resultantes de menos cuidado, etc?

Voltando o olhar para a Primeira Leitura (Gn 21, 5,8-20), testemunhamos a história de Hagar e seu filho Ismael. Hagar, que era serva de Sara, teve um filho com Abraão chamado Ismael. No entanto, surgiram tensões dentro da casa de Abraão, levando Hagar e Ismael a serem mandados para o deserto. Quando eles ficaram sem água e estavam à beira do desespero, Deus ouviu seus gritos e interveio. Ele providenciou um poço, sustentando suas vidas e prometendo fazer de Ismael uma grande nação. Quando justapomos esta leitura com a leitura do Evangelho, vemos as diversas respostas dos seres humanos à presença e ao poder de Deus. Enquanto Hagar e Ismael reconheciam e reconheciam a intervenção de Deus em suas vidas com gratidão, o povo de Gadarenos respondia com medo e desconforto, pedindo a Jesus que deixasse sua região.

Infelizmente, as tragédias do aborto e as complexidades que cercam as questões da sexualidade humana tornaram-se motivo de discórdia e ambigüidade moral, obscurecendo a visão outrora clara do plano divino de Deus. Essas mudanças sociais refletem uma lacuna cada vez maior entre os valores contemporâneos e os ensinamentos de Jesus, fazendo com que alguns percam de vista a profunda riqueza espiritual que pode ser encontrada ao abraçar Sua sabedoria. No entanto, mesmo em meio a esse cenário de mudança e turbulência, ainda há esperança. Pois na própria escuridão que obscurece Sua presença, a luz de Jesus persiste, iluminando os corações que O buscam fervorosamente. É dentro de nossas próprias vidas, nossas famílias e nossas comunidades que podemos escolher reacender a chama da fé e convidar Jesus de volta ao nosso meio.

Queridos amigos em Cristo, enquanto navegamos pelas complexidades do século 21, não nos desesperemos, mas enfrentemos o desafio de reacender nosso relacionamento com Jesus. Lembremos que o poder transformador de Jesus não se limita aos muros das instituições ou às estruturas da sociedade. É dentro do coração humano que Sua mensagem encontra sua verdadeira morada. Cada um de nós, como indivíduos, tem a capacidade de provocar mudança e reavivamento ao abraçar o amor e os ensinamentos de Jesus. Ao permitir que Sua luz brilhe através de nós, nos tornamos catalisadores de uma consciência renovada de Sua presença, permitindo que outros experimentem Sua graça e misericórdia ilimitadas. Tornemo-nos agentes de transformação em nossas comunidades, incorporando Seu amor e compaixão. Ao fazer isso, podemos inspirar outras pessoas a buscar as verdades atemporais encontradas nas páginas da Bíblia e redescobrir o poder transformador de uma vida intimamente ligada a Jesus. Na medida em que a era moderna parece pedir a Deus que se afaste da sociedade, que o bom Deus não se afaste de nós, que Ele não nos deixe desolados; pois separados Dele, nada podemos fazer. Que o Senhor continue abençoando Suas palavras em nossos corações, por meio de Cristo nosso Senhor. Amém.

(CLIQUE AQUI PARA VER A REFLEXÃO DO PRÓXIMO DIA: REFLEXÃO/HOMILIA PARA QUINTA-FEIRA DA DÉCIMA TERCEIRA SEMANA DO TEMPO COMUM)

Shalom!
© Pe. Chinaka Justin Mbaeri, OSJ
Paróquia Nossa Senhora de Loreto, Vila Medeiros, São Paulo, Brasil
nozickcjoe@gmail.com / fadacjay@gmail.com

__________________________
Já rezaste o teu terço hoje?

NEVER MISS AN UPDATE AGAIN.

Subscribe to latest posts via email.


Chinaka Justin Mbaeri

A staunch Roman Catholic and an Apologist of the Christian faith. More about him here.

View all posts
Subscribe
Notify of
guest

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Discover more from Fr. Chinaka's Media

Subscribe now to keep reading and get access to the full archive.

Continue reading