REFLEXÃO/HOMILIA PARA A MEMÓRIA DE SÃO DOMINGOS, SACERDOTE E FUNDADOR DA ORDEM DOS PREGADORES

NOS PASSOS DE SÃO DOMINGOS: LIDERANÇA INTEGRADA EM HUMILDADE, FÉ, SANTIDADE E SERVIÇO

Primeira Leitura: Números 11,4-15
Salmo Responsorial: Sl. 50(51),3-7,12-13
Evangelho: Mateus 14,22-36
________________________________________

A vida de São Domingos, um homem de fé profunda e compromisso imaculado, brilha através dos corredores do tempo como uma luz orientadora de liderança e iluminação espiritual. A leitura de hoje revela a missão de Domingos, seus desafios e sua intensa conexão com os temas de humildade, arrependimento e fé.

Na narrativa da Primeira Leitura de Números (12,1-13), encontramos um conflito entre Moisés, Aarão e Miriã. A rebelião de Miriam contra Moisés é motivada pelo orgulho e por não reconhecer o papel único de Moisés como líder escolhido. São Domingos também foi chamado para um papel de liderança – para fundar a Ordem dos Pregadores, também conhecidos como Dominicanos. Sua humildade e profunda compreensão de sua missão permitiram que ele liderasse com graça e inspirasse outras pessoas por meio de seu exemplo.

O Salmo Responsorial ressoa com uma aparente súplica de arrependimento, uma conversão do coração para a misericórdia de Deus. O compromisso de São Domingos com a pregação do Evangelho do arrependimento estava no centro de sua missão. Ele entendeu que o chamado à conversão não era apenas para os outros, mas também para si mesmo. Desnecessário dizer que, em seus esforços incansáveis para combater a heresia e espalhar a luz da verdade, Domingos abraçou a contrição como uma companheira constante, reconhecendo suas próprias imperfeições humanas e contando com a graça divina para realizar sua missão. A jornada de sua vida foi marcada por uma busca incansável pela santidade pessoal e um profundo desejo de trazer outros para o rebanho da graça de Deus por meio do arrependimento.

Refletindo sobre a leitura do Evangelho, Mateus pinta um quadro do barco dos discípulos sacudido pelas ondas ao encontrar Jesus andando sobre as águas. A tentativa de Pedro de se juntar a Jesus é inicialmente bem-sucedida, até que ele vacila em sua fé e começa a afundar. A vida de São Domingos reflete a jornada de Pedro – ele embarcou em uma missão audaciosa, procurando navegar pelas ondas turbulentas do mundo para trazer a luz do Evangelho. Como Pedro, São Domingos enfrentou dificuldades em meio às tempestades da vida. Desnecessário dizer que houve casos em que ele enfrentou dúvidas ou dificuldades. Um exemplo notável está relacionado ao estabelecimento da Ordem Dominicana e sua abordagem inicial à pregação. São Domingos fundou inicialmente a Ordem dos Pregadores com a intenção de enviar seus frades para viver e pregar entre os grupos heréticos de seu tempo, particularmente os albigenses. Esses grupos mantinham crenças contrárias aos ensinamentos da Igreja Católica. No entanto, quando Domingos e seus frades dialogaram e encontraram esses grupos, eles perceberam que era necessária uma abordagem mais sutil. Alguns desses hereges buscavam sinceramente a verdade, e Dominic reconheceu a importância de alcançá-los com empatia e compreensão, e não apenas com métodos de confronto. Essa percepção levou Domingos a ajustar sua abordagem e incorporar tanto a pregação quanto o engajamento intelectual na missão da Ordem Dominicana. Ele enfatizou a importância da educação e da erudição, incentivando seus frades a estudar e se envolver em debates teológicos. Esta foi uma mudança significativa de seu plano original de pregar apenas aos hereges. Sua capacidade de adaptação e seu profundo compromisso em compreender e atender às necessidades das pessoas que encontrou fazem parte do que o tornou uma figura influente e reverenciada na história da Igreja.

Queridos amigos em Cristo, a liderança humilde de São Domingos, seu chamado ao arrependimento e sua fé inabalável se alinham com os temas de humildade, arrependimento e fé abordados nas leituras litúrgicas. Como fundador da Ordem dos Pregadores, o legado de São Domingos perdura nas incontáveis vidas tocadas pela missão dominicana — espalhando a luz do conhecimento, da verdade e da fé para dissipar as sombras da ignorância e da falsidade. Seu compromisso com a humildade, seu clamor por arrependimento e seu passo destemido nas águas da fé são marcas de uma vida vivida em busca da santidade e um desejo incansável de aproximar as almas de Deus.

Numa época em que o mundo é muitas vezes caracterizado pela incerteza e pela escuridão espiritual, o exemplo de São Domingos continua a ser uma luz orientadora. Seu legado nos desafia a liderar com humildade, a buscar o arrependimento em nossas vidas e a caminhar sobre as águas da fé com confiança inabalável em Deus. Ao contemplarmos a vida desse notável santo, vamos também abraçar sua mensagem – uma mensagem de esperança, iluminação e um chamado duradouro para brilhar como luzes em um mundo escuro que tem sede de luz.

(CLIQUE AQUI PARA VER A REFLEXÃO DO PRÓXIMO DIA: REFLEXÃO/HOMILIA PARA QUARTA-FEIRA DA 18ª SEMANA DO TEMPO COMUM)

Shalom!
© Pe. Chinaka Justin Mbaeri, OSJ
Paróquia Nossa Senhora de Loreto, Vila Medeiros, São Paulo, Brasil
nozickcjoe@gmail.com / fadacjay@gmail.com

__________________________
Já rezaste o teu terço hoje?

NEVER MISS AN UPDATE AGAIN.

Subscribe to latest posts via email.


Chinaka Justin Mbaeri

A staunch Roman Catholic and an Apologist of the Christian faith. More about him here.

View all posts
Subscribe
Notify of
guest

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Discover more from Fr. Chinaka's Media

Subscribe now to keep reading and get access to the full archive.

Continue reading